Google Ads: 4 dicas para investir em campanhas pagas

Investir em google ads
Sumário
    Add a header to begin generating the table of contents

    Ter destaque com seus anúncios no mundo digital para conquistar um público-alvo, em meios a tantos concorrentes do mercado, é necessário fazer o uso de algumas plataformas que possibilitam o alcance desse objetivo, como é o caso do Google Ads.

    Com o nome de Google AdWords, a plataforma para publicidade online foi criada nos anos 2000 e se tornou uma das ferramentas de marketing digital mais utilizadas pelas empresas.

    Isso porque a criação e gerenciamento de anúncios pelo Ads possibilita que o conteúdo chegue a todos os parceiros da plataforma, além de aparecerem nos resultados de busca quando o usuário fizer uma pesquisa com as palavras-chave corretas.

    Ou seja, ao utilizar o Google Ads, o anúncio de uma empresa que vende sistema de segurança digital irá aparecer na barra lateral de sites, em redes sociais e na barra de pesquisa com uma prioridade no ranking de busca.

    Com o Google Ads, a companhia que colocar o seu anúncio na plataforma pode determinar as metas que deseja alcançar durante suas configurações, possibilitando maior destaque para que o usuário clique na página e seja redirecionado para onde deseja.

    Qual o custo inicial para investir em Google Ads?

    O investimento inicial no Google Ads vai depender do tipo de campanha do negócio. Ele é baseado em campanhas de branding ou nas taxas de conversão. Desse modo, é possível estimar os lucros e o valor a ser investido.

    Podendo ser utilizado tanto pelos negócios B2C (business to consumer, ou de empresa para consumidor) como pelo B2B (business to business, de empresa para empresa), como uma central de monitoramento 24 horas, o investimento em Google Ads pode variar.

    Ao definir uma campanha que será publicada pelo Ads, é importante ter um planejamento do número de consumidores deseja que tenham acesso ao conteúdo, uma vez que é através deles que a taxa de conversão e investimento será gerada.

    Quando se trata de campanhas publicitárias com uma conversão mais direta, a taxação é um número fechado feito em relação ao número de visitantes que entraram na página.

    Em algumas configurações, o Google Ads só cobra o valor quando há interações com o anúncio, não tendo um requisito mínimo para o gasto necessário, possibilitando a flexibilidade de troca de anúncio ou remoção quando a empresa desejar.

    Assim, um ambiente de trabalho compartilhado que está começando e deseja atrair clientes ao anunciar no Google Ads, pode utilizar a plataforma para impulsionar anúncios para divulgar sua plataforma online, com os devidos contatos para alugar uma sala.

    O valor pago para a plataforma só ocorrerá quando houver ações dentro do anúncio com cliques ou chamadas telefônicas, dando a possibilidade de colocar mais de um e removê-los quando houver necessidade.

    Denominado como Custo por Cliente (CPC), essa definição na plataforma do Google Ads deixa específico o quanto ela irá pagar pelo número de cliques que o anúncio receber.

    Benefícios e dicas para investir no Google Ads

    Conseguir obter destaque em meio ao grande número de negócios que investem no ambiente digital é um dos maiores desafios de uma empresa, especialmente as que possuem pouco tempo de mercado ou que estão começando a se consolidar.

    Pelo fato do Google Ads proporcionar maior visibilidade e possibilitar maiores vendas para negócios como um prestador de assistência para notebook, algumas dicas para utilizar essa plataforma de maneira assertiva são:

    1. Capturar usuários que são potenciais leads

    O departamento de marketing de uma empresa sempre busca meios para que os produtos ou serviços cheguem ao público-alvo das mais diferentes maneiras, para transformá-los em leads e, consequentemente, consumidores fidelizados.

    O que acaba tornando o Google Ads uma ferramenta quase primordial para que os anúncios ganhem destaque, pois devido a sua popularidade como site de busca, as chances dos usuários visualizarem o anúncio se tornam grandes.

    Dentre esses visitantes, podem haver aqueles que irão clicar nos links ao fazer a busca e serem direcionados para a página, conduzindo-os pelo funil de venda até realizarem a compra.

    Por exemplo, na busca de um data show para alugar, as empresas que oferecem esse serviço podem ganhar destaque no ranking de busca tanto para quem está de longe, quanto para os que estão próximos da região do negócio.

    2. Pouco gasto para grandes publicidades

    Mesmo que não haja o fechamento da compra ao se clicar no anúncio, ainda haverá os dados de interesse que podem ser trabalhados posteriormente.

    Como não há o mínimo de montante necessário para realizar as primeiras publicidades, o Google Ads se torna uma forma flexível de alcançar um grande público com pouco investimento inicial, como a abertura de fechaduras para o mercado.

    O pouco investimento no Google Ads também é uma fórmula para que o dinheiro destinado ao marketing da empresa possa ser direcionado a outras estratégias que são atreladas às campanhas, e que sirvam de complemento para os anúncios online.

    3. Relevância de palavras-chaves

    Empresas que utilizam a ferramenta Ads do Google para fazer seus anúncios têm chance de que as keywords envolvidas no conteúdo também se tornem o destaque na busca ou sejam relacionados aos algoritmos de um usuário.

    Existem palavras-chaves que podem custar mais do que outras, por serem as mais fáceis de serem procuradas, e por isso, criar uma que seja específica ao produto ou serviço anunciado pode ser um bom recurso para a empresa.

    Definir as palavras-chaves de um conteúdo que podem chamar a atenção do consumidor pode ser feito através de um brainstorm, um processo que também é conhecido como “chuva de ideias”, cujo objetivo é chegar em um único objetivo.

    Para que essa prática dê resultados, é importante fazer testes tanto internos quanto externos utilizando o Google Ads.

    Como a plataforma dá um controle a empresa do que pode ou não ser publicado como um anúncio pelo Google e seus parceiros, é possível fazer testes para se obter uma prévia de como será visto.

    Com os testes, também é possível escolher quais tipos de conteúdos devem receber mais destaque quando houver um curto orçamento, se são os pequenos anúncios nas plataformas de vídeo sobre catraca de acesso com biometria ou as imagens nos sites.

    4. Retorno mais rápido

    Por fim, com o Google Ads é mais fácil um negócio obter resultados de maneira rápida por conta do alcance que a plataforma possui na vida de seus usuários, e não somente deles, como os de seus parceiros.

    O que se torna uma vantagem para negócios iniciantes no ramo e os que procuram obter algum lucro para investir adequadamente no setor de marketing ou em outros departamentos de uma pequena ou média empresa.

    O Google Ads ainda possibilita que alguns anúncios só sejam vistos em determinada região demográfica, o que pode ser um bom meio para os negócios que momentaneamente não desejam expansão.

    Da mesma forma que podem ser configurados para aparecerem somente para um público de determinada idade, gênero e até mesmo os dispositivos que o usuário está usando como navegação.

    No caso de anúncios que devem ser vistos em grandes proporções, podem ser escolhidos para serem vistos em computadores, da mesma maneira de que, anúncios de lojas virtuais possam ser enviados para usuários em dispositivos mobile

    Como começar a usar o Google Ads

    Um dos pontos vantajosos do Google Ads é que ele pode ser administrado com o mesmo usuário de e-mail e senha criados pelo Gmail, a plataforma de e-mails do Google.

    Sendo um recurso prático, o próprio Google Ads conta com um sistema de passo a passo para ajudar nas configurações dos anúncios, e ainda disponibiliza um painel de controle do qual a empresa pode executar suas ações.

    Dentre essas ações está a seleção do local onde o anúncio irá aparecer, sendo os principais:

    • Rede de pesquisa;
    • Banners interativos;
    • YouTube Ads;
    • Listas de e-mail;
    • Google shopping.

    Em caso de dúvidas, existe a aba de ajuda do Google que responde as perguntas mais frequentes em relação a ferramenta, podendo ajudar tanto os experientes quanto os principiantes a entenderem como a plataforma funciona.

    Considerações finais

    Com o avanço tecnológico e a presença da sociedade cada vez maior na internet, as empresas começaram a adaptar seus anúncios para que alcancem a maior quantidade de público possível, e uma das plataformas mais utilizadas para isso é o Google Ads.

    Tendo a possibilidades de serem vistos em plataformas do próprio Google, as empresas que possuem o cadastro na plataforma, como as especializadas em display digital LED, o investimento no Ads se tornou essencial para as empresas darem foco aos seus produtos.

    Sendo uma ferramenta simples e de fácil administração, o Google Ads conta com um painel do qual a empresa pode ter o controle do que deseja ou não anunciar, e com isso há liberdade em estruturar sua estratégia de marketing de acordo com suas necessidades.

    Embora o Google possa dar um destaque ao anúncio, criar um conteúdo chamativo também é importante para que as campanhas, combinadas com a ferramenta de Ads, possam prosperar a empresa, tornando-a uma referência no mercado.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Cadastre-se conteúdos exclusivos!
    Compartilhe o post
    Vamos marcar um bate papo?
    Preencha os dados abaixo para agendarmos nossa conversa
    Marketing Digital alinhado à vendas

    Diagnóstico de marketing digital

    Para iniciarmos o diagnóstico precisamos de alguns dados.
    investir em Google Ads

    Obrigado pelo interesse em nosso diagnóstico!

    A partir dessas informações vamos
    fazer uma análise prévia sobre sua presença digital e lhe propor ações para o atual momento do seu negócio.

    Assim que finalizado seu diagnóstico, vamos entrar em contato para agendar uma reunião, ok?