4 mitos do marketing digital que você não deve seguir

mitos do marketing digital
Sumário
    Add a header to begin generating the table of contents

    A comunicação on-line é uma realidade para muitas empresas e a cada ano ganha mais espaço no mundo corporativo. Porém, com o avanço das técnicas e o surgimento de novas estratégias, cresce o número de mitos do marketing digital, o que pode acabar prejudicando o trabalho de profissionais do setor.

    Isso acontece, pois estratégias interessantes e que podem gerar bons resultados são deixadas de lado devido a informações sem fundamentos espalhados pela internet. Dessa forma, é preciso conhecer bastante a comunicação digital para não cair em uma dessas “pegadinhas” e atrapalhar suas ações de marketing.

    Neste artigo, separamos quatro dos principais mitos do marketing digital. Ficou curioso? Então não deixe de ler os próximos parágrafos e não seja enganado por boatos!

    1. SEO não funciona mais

    As estratégias de Search Engine Optimization (SEO) não dão mais resultado. Já faz alguns anos que esse mito vem sendo espalhado, mas ele não condiz com a verdade. Nas últimas décadas, as técnicas de SEO mudaram bastante em virtude do comportamento do usuário e das atualizações de algoritmos dos motores de busca.

    Atualmente, recorrer a comentários de spam, palavras-chave amontoadas em textos e flooders aumenta as chances de receber punição de plataformas como Google, o que, consequentemente, não gera os resultados esperados. Por outro lado, um bom trabalho de SEO ajuda a crescer o tráfego de forma orgânica e a manter o padrão de qualidade do conteúdo.

    2. Link building chegou ao fim

    Como discutimos no tópico anterior, as atualizações no algoritmo do Google mudaram a forma como se desenvolve o marketing para motores de busca. As famosas técnicas de black hat estão caindo em desuso e ficando para trás, o que levou muitas pessoas a acreditarem que link building também ficou sem serventia.

    Elas estão enganadas, pois a forma de se fazer link building também mudou. Se antes os comentários spam eram usados para conseguir links externos, agora é preciso trabalhar bastante para isso: é necessário recorrer a get posts, co-marketing, entre outras estratégias para contar com linkagem de qualidade.

    3. Mobile não gera conversões

    De acordo com a Fundação Getúlio Varga de São Paulo (FGV-SP), o Brasil fechou o ano de 2017 com cerca de 208 milhões de smartphones. Esse número deve seguir crescendo nos próximos anos. Dessa forma, afirmar que o mobile não gera conversões é bastante arriscado e pode limitar a atuação do marketing.

    Tanto que as tecnologias responsivas – hoje essenciais para qualquer site – têm crescido, assim como as estratégias de comunicação voltadas para smartphones também têm ganhado mais espaço. Dessa forma, para gerar mais conversões mobile, é preciso que as empresas se adaptem à nova realidade do mercado.

    4. E-mail marketing está morto

    Esse, provavelmente, é um dos mitos mais antigos do marketing digital. A evolução dos chats e das plataformas para troca de mensagens, o surgimento das redes sociais, entre outros avanços, já foram colocados como sucessores do e-mail. Porém, as “cartas eletrônicas” estão bem enraizadas em nossa rotina e seguem forte.

    Ao contrário do que é disseminado por aí, o e-mail marketing ainda é uma das principais estratégias de comunicação para uma empresa. Uma campanha bem desenvolvida traz bons resultados e impacta tanto nas vendas quanto na fidelização de clientes.

    Gostou deste artigo sobre os mitos do marketing digital? Então não deixe de assinar a nossa newsletter e receber outros conteúdos interessantes!

    Cadastre-se conteúdos exclusivos!
    Compartilhe o post
    Vamos marcar um bate papo?
    Preencha os dados abaixo para agendarmos nossa conversa
    Marketing Digital alinhado à vendas

    Diagnóstico de marketing digital

    Para iniciarmos o diagnóstico precisamos de alguns dados.

    Obrigado pelo interesse em nosso diagnóstico!

    A partir dessas informações vamos
    fazer uma análise prévia sobre sua presença digital e lhe propor ações para o atual momento do seu negócio.

    Assim que finalizado seu diagnóstico, vamos entrar em contato para agendar uma reunião, ok?