Que métricas de marketing ajudam a melhorar a performance em vendas?

Se você deseja aumentar a sua presença na internet, captar mais clientes e, consequentemente, otimizar os resultados, será preciso compreender, antes de mais nada, a importância de analisar as métricas de marketing que se fazem necessárias para saber se as suas estratégias estão surtindo efeito e gerando mais vendas.

Embora isso pareça um tanto quanto óbvio, o fato é que boa parte das empresas ainda não se deu conta da importância dessa tarefa para o sucesso do negócio. Com isso, observa-se somente uma “fumaça”, ou seja, ações que o divulgam, mas que não dão o retorno que poderiam.

Preparamos este artigo justamente para falar sobre isso. Nele, vamos apresentar as principais métricas de marketing e que devem ser verificadas constantemente para que se possa realmente fazer a sua empresa crescer. Confira!

Total de visitantes

Começaremos então pelo total de visitantes, que nada mais é do que o número de pessoas que chegaram até o seu site. Ainda que considerada uma métrica geral, acompanhá-la é fundamental, visto que ela representa a sua audiência.   

É bem verdade que, sozinha, ela não fará diferença alguma. Porém, quanto mais visitantes você atrair, maiores serão as suas chances de vender: o ideal é que esse número cresça todos os meses, caso contrário, suas estratégias de atração devem ser otimizadas.

Volume de leads

Sem a menor sombra de dúvidas, o volume de leads é uma das métricas de marketing mais relevantes para a compreensão dos resultados. A razão para isso é que esse indicador aponta a quantidade de oportunidades geradas, isto é, a quantia de pessoas que se interessaram pelos seus produtos ou serviços.

Apenas para esclarecer, um lead pode ser resumido como um visitante que concedeu o seu contato em troca de algo que você está oferecendo, incluindo:

  • assinatura de newsletter;

  • materiais para download;

  • pedidos de teste;

  • atendimento de um consultor, entre outros.

Ao gerar um lead, abre-se um espaço de relacionamento para que, no futuro, você possa realizar uma venda, tornando-o, dessa forma, um cliente.

Taxas de conversão

Para entender a relação entre o número total de visitantes e o volume de leads gerados, deve-se verificar as taxas de conversão. Expressa em porcentagem, essa métrica é o que lhe dirá se as suas ações e estratégias de marketing estão gerando um bom número de oportunidades quando comparadas com a quantidade de visitas no seu site.

Custo de aquisição por cliente (CAC)

O custo de aquisição por cliente não poderia ficar de fora. Como o próprio nome já diz, é aqui que você verá quanto está gastando para conseguir um novo consumidor, simples assim.

Supondo que você gastou R$ 10.000,00 em um período de 30 dias e que, a partir desse investimento, foram obtidos 50 novos clientes, pode-se concluir um CAC de R$ 200,00.

Retorno sobre investimento (ROI)

Por último, mas não menos importante, está o retorno sobre o investimento (ROI), a principal métrica a ser monitorada. De forma clara e objetiva, esse é o indicador que dirá se os seus esforços de marketing estão realmente causando bons efeitos.

Para calculá-lo, basta fazer conta: ROI = Receita – Custo do investimento/Custo do investimento.

Por exemplo, digamos que você investiu R$ 5.000,00 e que teve uma receita de R$ 15.000,00. Nesse caso, a conta ficaria:

ROI = 15.000–5.000/5.000

ROI = 10.000/5.000

ROI = 2

Observação: um ROI de 2 representa 200% sobre o valor investido.  

Enfim, essas são as métricas de marketing para ficar atento no que diz respeito à performance em vendas. Analise-as com frequência para que seja possível mudar as suas estratégias a tempo, evitando o desperdício de dinheiro e otimizando os resultados.

E se você gostou deste post, aproveite e confira como fazer um planejamento estratégico digital para a sua empresa!

Quanto custa não investir em inbound marketing?

Se você ainda está arranjando desculpas para não investir nessa nova proposta, chegou a hora de parar. Nós vamos te mostrar o que você está perdendo ao não investir em inbound marketing. Grande parte desses motivos para não apostar no novo marketing é inconsistente e está fazendo sua empresa perder dinheiro. O medo de destinar recursos a um projeto que provavelmente não vai trazer resultado imediato, mas apenas em médio e longo prazos, certamente é um deles, não é mesmo?

Gestores temem que o capital aplicado seja jogado fora e que os resultados nunca apareçam. Não pense como custo, mas como um investimento capaz de potencializar os resultados da sua estratégia de marketing. Primeira página nas buscas orgânicas do Google, diálogo com o público e aumento da base de leads qualificados são apenas alguns dos resultados. Confira!

O prejuízo de não investir em inbound marketing

Caso você pense que não investindo em inbound marketing sua empresa vai apenas deixar de ganhar, está muito enganado. Na verdade, enquanto você não investe no inbound, seu negócio estará perdendo. Para se ter uma ideia do quanto, 93% dos processos de compra começam com uma busca online.

“Ah, mas eu tenho um site institucional!”. Não basta: cerca de 80% dos usuários acham melhor procurar informações sobre um serviço ou produto em artigos educativos e gratuitos (ou seja, em blogs) do que em um anúncio publicitário. Sabendo disso, será que realmente vale a pena continuar insistindo em ações de baixo investimento, mas que quase não impactam no seu faturamento?

Lembre-se de que, na nova realidade do comportamento de consumo moderno, as pessoas estão mais ativas na hora da compra. Uma prova disso é que 94% dos links clicados são resultados orgânicos, e não pagos.

Isso significa que investir apenas em links patrocinados não vai resolver os problemas da sua empresa. É preciso pensar em estratégias de inbound que contemplem SEO, AdWords, conteúdo, redes sociais e por aí vai.

Consequências negativas para a marca

Sem visibilidade no meio digital, sua marca tende a perder clientes em potencial. Plataformas lentas, sem responsividade ou otimização e com conteúdo desatualizado não dão motivos para que os usuários confiem nos seus produtos ou serviços.

Além disso, mesmo que os usuários busquem por palavras relacionadas ao seu mercado, eles não encontrarão sua empresa nos sites de busca. Como resultado, ela perde mercado frente aos seus concorrentes, já que muitos deles perceberam a importância do inbound para os negócios e estão trabalhando em suas estratégias. A desconfiança em relação a essa metodologia de divulgação e venda faz com que você perca vantagem e possíveis clientes.

Impacto nas receitas

Sem uma estratégia digital consistente, seu negócio não consegue gerar leads qualificados e, por isso, não vende o que poderia. A jornada de compra torna-se complicada, você não identifica em que etapa do funil seus leads estão e, como consequência, perde grande parte deles pelo caminho.

Esses pontos impactam na receita diretamente, já que muitas ações acabam sendo completamente ineficazes e drenando o investimento em marketing. Ainda não está convencido? E se dissermos que o custo por lead gerado no inbound marketing é 62% menor do que o marketing tradicional?

Benefícios do inbound marketing para a marca

Diferentemente dos modelos tradicionais de marketing, o inbound permite um acompanhamento eficaz dos resultados de cada ação de comunicação, o que leva à melhoria contínua dos processos, otimização dos recursos aplicados, trabalhos mais focados e aumento no número de vendas.

Imagine um anúncio veiculado na televisão ou no jornal. Você pode ter uma ideia média de quantas pessoas foram impactadas ao analisar a audiência ou número de assinantes, mas não terá a certeza de que todos tiveram acesso aos seus materiais de divulgação.

Por outro lado, o inbound marketing conta com uma série de métricas capazes de avaliar com precisão diversos aspectos de uma campanha. Cliques em um e-mail, número de reações, custo de aquisição de clientes, quantidade de acessos no site, dentre vários outros dados, podem ser medidos.

Essa quantidade de informações permite uma tomada de decisão mais segura por parte da sua equipe de marketing e vendedores. Assim, é possível criar campanhas mais eficientes, solucionar gargalos de produção, reduzir custos de investimentos e aumentar o volume de vendas.

Alcance de público

Conforme já mostramos neste artigo, o perfil de consumo das pessoas mudou com a internet, e as empresas precisam se adaptar a essa nova realidade. Desenvolver ações para site institucional, blog e mídias digitais, além de aplicar técnicas de SEO e SEM, são táticas vitais para alcançar novos clientes.

O inbound marketing permite a criação e a otimização de estratégias que coloquem a sua marca nos canais em que o seu público-alvo esteja. Ele também estabelece um modelo de relacionamento com eles, o que favorece os processos de atração, captação, convencimento e fidelização de consumidores.

Além disso, é possível alcançar as pessoas de maneira mais eficientes do que com a comunicação tradicional. Você já percebeu como anúncios em rádios, TVs e impressos são impostos sem que as pessoas possam dizer se querem ou não ter acesso a eles? No inbound, esse processo acontece de maneira diferente.

Os clientes em potencial buscam pelos conteúdos produzidos pela sua empresa e, posteriormente, fornecem dados para. Assim, além de receber novos materiais, eles permitem que a sua equipe se relacione com eles. Dessa forma, cria-se uma conversa baseada em permissões e interesses.

Eficiência com menor custo

Por fim, o novo marketing conta com um custo de aquisição de clientes menor do que no marketing tradicional. Anúncios em rádios, emissoras de TV, jornais e revistas impressos, assim como produção de outdoors, busdoors, panfletos e flyers têm custo muito elevado, o que onera a comunicação empresarial.

Apesar de exigirem tempo para gerar resultados, as ações online são mais baratas, com maior alcance e melhor mensuração de resultados. Elas podem ser feitas por meio de links patrocinados, anúncios em banners e impulsionamento de publicações em redes sociais, por exemplo. Assim, novos clientes e negócios acontecem com um valor mais em conta.

Fica evidente que, com as ferramentas certas de inbound e o alinhamento da área comercial com o departamento de marketing, a conquista de clientes é mais rentável e eficiente.

Gostou de saber por que investir em inbound marketing? Curta agora a nossa página no Facebook e tenha acesso a outros conteúdos relevantes!

Como aumentar a geração de leads da sua empresa? Saiba aqui!

Uma empresa que não está focada em geração de leads é como se estivesse perdendo tempo na internet. Afinal, a função da sua estratégia deve sempre ser a de trazer negócios. Um site é capaz de gerar muito retorno positivo justamente nesse sentido.

No entanto, você precisa aplicar uma estratégia robusta para ter bons resultados. Isso significa fazer que todos os elementos do seu site e da sua campanha funcionem a favor da geração de leads. Todos os esforços precisam ter esse foco.

Que tal reformular a sua estratégia de geração de leads? Com algumas táticas certeiras, você conseguirá aumentar o fluxo de visitas do seu site e, ao mesmo tempo, transformar essas pessoas em clientes.

Veja a seguir as nossas melhores dicas para melhorar a sua geração de leads:

Crie conteúdo relevante

A melhor forma de atrair visitantes para o seu site e depois transformá-los em leads é por meio de conteúdo de qualidade. Leve em consideração o perfil do público que você pretende atingir e quais são as necessidades dessas pessoas. Ofereça a solução para elas em um blog na forma de guias, tutoriais, posts que tiram dúvidas, entre outros. Quanto maior for a relevância desse material, melhores suas chances de geração de leads.

Simplifique seus cadastros

Analise bem todo o processo que o seu visitante passa até comprar o seu produto ou serviço. Será que não existem etapas demais? Os cadastros precisam pedir tantos dados assim? Lembre-se que o seu potencial lead pode desistir no meio do caminho, então você deve eliminar quaisquer barreiras que possam existir. Dessa forma, suas chances de sucesso aumentam consideravelmente.

Tenha um site responsivo

No item anterior falamos sobre possíveis barreiras que podem fazer com que o seu visitante desista de fechar negócio com você. Algo bastante importante que tem relação com isso precisa ser lembrado: o seu site deve ser responsivo. Imagine que um lead em potencial tenta acessar as suas páginas a partir do celular e tem dificuldades de navegar. Essa pessoa dificilmente voltará para uma nova chance. Garanta que tudo funcione bem em qualquer tipo de aparelho.

Desenvolva fluxos de e-mail marketing

Quem disse que o e-mail marketing está morto? Trata-se de uma ferramenta bastante eficiente e você precisa utilizar também. Crie fluxos de envio automatizado para distribuir o conteúdo que você publica no site e impactar continuamente quem se cadastrou para receber mais novidades da sua empresa. Ao fazer essas pessoas terem um contato mais próximo com os seus materiais, você consegue aumentar sua geração de leads.

Use landing pages para todas as ofertas

Publicou um anúncio no Google que aponta para a home do seu site? Jamais faça isso. É muito melhor para a sua geração de leads ter landing pages especiais para cada oferta.

Assim, o visitante tem um único foco possível, o de converter. Se ele é jogado na sua página inicial, ele pode ficar confuso em relação ao próximo passo e até deixar o seu site. Além disso, a landing page pode trazer mais informações sobre o produto ou serviço, aumentando as chances de conversão.

Tudo pronto para renovar a sua estratégia de geração de leads? Basta aplicar essas dicas que destacamos acima e ficar de olho nos seus resultados. Certifique-se de que o conteúdo produzido consegue atrair o público e possui identificação com ele. Baseie-se em dados concretos para tomar as suas decisões, deixando as suposições de lado. Comece o quanto antes e aproveite os benefícios!

Quer saber mais sobre o que falamos a respeito de e-mail marketing? Então veja nosso guia completo, que mostra o que você precisa saber para começar a usar esse recurso em suas campanhas. Boa leitura!

Como escolher a melhor estratégia de marketing digital?

Novas ferramentas e estratégias de marketing digital surgem todos os dias, mas grande parte delas promete coisas que não cumpre. No entanto, há estratégias bem consolidadas no mercado e que trazem resultados para qualquer modelo de negócio e mercado.

Nesse cenário, muitas empresas acabam apostando em tudo e não gerando os resultados esperados. É normal ter dúvidas na hora de escolher a melhor estratégia de marketing digital para sua empresa, já que somos bombardeados de informações o tempo todo.

Saiba qual o preço de investir em marketing digital

Sua empresa vem realizando ações de comunicação há algum tempo, porém a presença na web está deixando a desejar? O que pode estar faltando para o sucesso das estratégias é investir em marketing digital. Isso porque hoje, com o novo perfil de consumidor que atua na rede em boa parte do tempo, deixar de contar com esse serviço pode significar a perda de uma grande fatia de clientes.

Terceirizar o Marketing Digital ou investir internamente?

Que o marketing digital tem sido uma das ferramentas mais poderosas atualmente, quando o assunto é divulgação de produtos e serviços de empresas, já não é mais novidade.

Para que você tenha uma ideia, o investimento em publicidade online no Brasil cresceu 26% em 2016, em relação ao ano anterior, com um faturamento de R$11,8 bilhões, de acordo com o estudo Digital AdSpend 2017.

O que uma agência de marketing digital deve oferecer

Muitas empresas começam um trabalho de marketing digital internamente e se perdem no meio do caminho. Isso porque ainda existe a ideia errada de que qualquer um pode fazer marketing nas mídias sociais, postar no Facebook, escrever artigos e por aí vai. Acontece que não é bem assim. O marketing digital só trará resultados positivos quando o planejamento, estratégia e execução estiverem em sintonia com o que o público-alvo quer e alinhados aos planos de negócio e cultura da organização. E isso significa marketing feito por quem entende: a agência de marketing digital.

Como acelerar suas vendas com inbound marketing

Potencializar ações para gerar resultados cada vez melhores é o lema de muitas empresas que não se contentam em ser apenas medianas. Acelerar as vendas é sinônimo de eficiência e menos gastos por cliente e por isso tem gente optando por estratégias de marketing inovadoras. O modelo de inbound marketing, por exemplo, virou o queridinho de organizações que prezam por geração de resultados e não apenas por ações pontuais.

Se você chegou aqui, provavelmente já sabe que a produção de conteúdo é uma grande aliada do inbound marketing, mas que não funciona sem outras ações conjuntas. O processo de comunicação com o lead não pode no meio do caminho. É preciso entender que o trabalho do marketing continua durante todo o processo. E se for feito em conjunto com o time comercial, pode ser decisivo para deixar o ciclo de venda mais curto. Abaixo, separamos algumas dicas para acelerar suas vendas com inbound marketing. Pronto para começar?