5 dicas para quem está começando a investir em redes sociais

Você já deve ter percebido que as novas mídias se mostram excelentes espaços para se trabalhar a marca, desenvolver a empresa e gerar novos negócios. Mas, ao contrário do que muitos acreditam, não basta criar um perfil em alguma plataforma e atualizá-lo. Investir em redes sociais exige que você trabalhe e planeje.

Para ter sucesso e bons resultados, é necessário criar conteúdos de qualidade, direcionados para ao público-alvo e também publicá-los com regularidade. Além disso, caprichar no visual da página é essencial.

Neste artigo, vamos apresentar e explicar algumas dicas para quem está começando a investir em redes sociais. Curioso? Então venha com a gente entender mais sobre isso!

1. Público-alvo

Qualquer empresário deseja que seus produtos ou serviços sejam consumidos por todas as pessoas. Porém, são públicos específicos que tendem a comprar em cada empresa. Por isso que é preciso entender quem são as pessoas que consomem com você, quais suas demandas e desejos e o tipo de conteúdo que preferem.

Quando conhecemos bem as pessoas com quem pretendemos nos comunicar, é bem mais fácil desenvolver um conteúdo relevante para elas, certo? Esse processe simplifica o relacionamento e aumenta as possibilidades de fechar novos negócios.

2. Mídia social

Não basta apenas conhecer o público-alvo. É preciso, também, saber onde encontrá-lo. Atualmente existe um grande número de redes sociais que atingem públicos diferentes. Quer exemplos? O Snapachat é bastante consumido por jovens, o Twitter é mais acessado pelos homens e o Instagram é o queridinho das mulheres.

Assim, é preciso saber quais redes sociais são as preferidas do seu público. Com isso, você pode direcionar seus esforços ao local certo e alcançar resultados com mais eficiência. Caso contrário, perderá dinheiro, tempo e não aumentará a sua base de clientes.

3. Cronograma de postagens

Outro ponto importante para quem está começando a investir em redes sociais é a necessidade de se publicar novos conteúdos sempre. Afinal, quem visitará uma página ou perfil que dificilmente divulga novos materiais?

Nas redes sociais, as pessoas querem interagir e buscar novidades o tempo todo, por isso, é importante desenvolver um calendário de publicações para assegurar que seus perfis estejam sempre atualizados e suprindo os desejos dos seguidores — e potenciais clientes.

4. Conteúdo de qualidade

O conteúdo está no centro das suas estratégias na internet, e é preciso ter muito cuidado com ele. A web recebe milhares de novos materiais todos os dias, o que exige uma boa dose de planejamento e criatividade para sobressair no meio dessa concorrência toda, não é?

O desenvolvimento de um bom conteúdo está ligado ao conhecimento sobre seu público-alvo, pois será ele o consumidor do material. Além disso, é preciso oferecer às pessoas soluções e argumentos para tornar suas postagens ainda mais relevantes.

5. Visual do perfil corporativo

Plataformas como Facebook, Twitter, Instagram e Snapchat são bastante visuais. Posts com diagramações malfeitas, foto de perfil que destoe das características da empresa e uma imagem de capa que não traz nenhum significado passam a impressão de desleixo e pouca preocupação com os seguidores.

Por isso, é importante cuidar do visual de suas páginas nas mídias sociais. A foto de perfil, por exemplo, pode ser preenchida por uma arte com a marca da empresa, enquanto que a foto de capa pode ser alterada constantemente trazendo novidades. Os posts, também precisam de cuidados: devem ser bonitos, claros e objetivos.

Gostou deste artigo sobre como investir em redes sociais? Então vamos agora descobrir como aumentar a geração de leads da empresa!

4 dicas para vender mais usando o Instagram

Com 800 milhões de usuários ativos e 500 milhões acessando o aplicativo todo os dias, o Instagram é hoje uma das redes sociais que possui mais audiência no mundo. Com todo esse sucesso, as empresas também começaram a usar a plataforma como uma poderosa ferramenta de divulgação dos seus produtos e serviços.

Entretanto, para que se obtenha resultados realmente efetivos, é preciso dispor de estratégias, sendo um dos grandes desafios daqueles que desejam intensificar a presença online do seu negócio e, consequentemente, aumentar seu faturamento.

Se você está um pouco perdido e não sabe como usar o canal para sua empresa, sugerimos que você continue a leitura e confira nossas dicas para vender no Instagram!

1. Crie uma conta comercial

O Instagram começou apenas como uma rede social de compartilhamento de fotos. Com o tempo, as empresas começaram a utilizar a ferramenta como um canal de vendas, daí surgiu a necessidade da plataforma sofrer algumas modificações para se adaptar à nova realidade.

Diante disso, foi lançado o Instagram For Bunisses, que nada mais é do que uma ferramenta implementada no Instagram, direcionada para empresas ou pessoas que utilizam suas contas de forma profissional.

Com a conta comercial, é possível criar anúncios (que falaremos no próximo tópico), avaliar métricas, entre outras funcionalidades bem importantes para ajudar uma empresa a vender mais.

Portanto, se você ainda usa uma conta pessoal da sua empresa, faça a alteração para a comercial. É possível fazer essa conversão de maneira bem simples.

2. Anuncie no Instagram

Como falamos, umas das vantagens de ter uma conta comercial é a possibilidade de anunciar no Instagram. Você já deve ter visto esses anúncios: eles aparecem no seu feed e até mesmo nos stories, em meio a publicações de pessoas que você segue.

Essa estratégia é interessante porque alcança apenas o público que tem mais chances de se atrair pelo seu produto. Isso se deve pelo alto poder de segmentação da ferramenta, que permite a escolha de quem você quer que receba o anúncio, com a definição de características como sexo, idade, preferências, localidade, etc.

Uma boa dica para vender mais com os anúncios, é investindo em boas imagens dos produtos e serviços, com fotos que chamem a atenção das pessoas.

3. Interaja com o público

Para aumentar o engajamento (e vender mais), você precisa interagir com seus seguidores. Para isso, é necessário incentivá-los ativamente. Abaixo mostramos algumas sugestões:

  • use hashtags para distribuir conteúdo e para que os usuários encontrem sua empresa;
  • responda a todas as dúvidas e críticas feitas nos comentários;
  • dê likes nos comentários;
  • fique de olho nas mensagens enviadas também por direct;
  • crie stories com enquetes;
  • publique fotos de clientes usando seus produtos (com a permissão prévia, claro).

4. Use o stories

O stories foi uma das últimas formas de interação implementadas pelo Instagram. Com essa funcionalidade, os usuários podem compartilhar seus momentos com fotos e vídeos (de no máximo 15 segundos de duração) personalizados com desenhos coloridos, textos, emojis, etc.

As publicações ficam no ar por apenas 24 horas e, depois disso, são apagadas automaticamente. Por isso, a ideia é postar conteúdos mais “descartáveis” ou informais, como os bastidores da empresa, promoções relâmpagos, vídeos de eventos, lançamentos de produtos, entre outros.

Monitorar os resultados das suas ações é também um aspecto muito importante quando o assunto é vender no Instagram. Para saber mais, confira este post com 4 ferramentas de monitoramento de redes sociais.

O que são influenciadores digitais e como eles podem ajudar a empresa?

Blogueiros, youtubers, atores, atrizes, personalidades em geral. É possível usar diversos rótulos diferentes, mas “influenciadores digitais” serve para agrupá-los. São pessoas que foram capazes de cativar um grande volume de audiência com o próprio conteúdo, sem dependerem de ninguém.

Graças a isso, costumam inspirar confiança em seus respectivos públicos e têm influência forte em determinados nichos. Existem influenciadores digitais em diversas áreas, com múltiplos tamanhos de público e importância no meio digital.

Tendo isso em vista, eles são muito atraentes para as marcas. São meios para se impactar precisamente o público que é mais interessante para seus objetivos com uma dose saudável de visibilidade que toda campanha precisa ter. É um jeito rápido e eficaz de multiplicar sua exposição e credibilidade.

Veja, no post que preparamos a seguir, de que formas os influenciadores digitais podem ajudar sua empresa!

Acesso a uma legião de fãs

Está difícil impulsionar a visibilidade da sua campanha de marketing? Ao atuar com influenciadores digitais, você tem o potencial de atingir toda uma massa de público estratégico de uma vez.

Os fãs da personalidade escolhida seguem as tendências apontadas por ela. Se recomendar um produto, estará direcionando sua vasta audiência para consumi-lo. Portanto, trata-se de uma ótima forma de “emprestar” um novo público para atingir seus objetivos.

Produção de conteúdo de qualidade

Os influenciadores digitais costumam chegar até esse patamar de notoriedade e sucesso graças à habilidade de produzirem conteúdo de qualidade para seus respectivos nichos. Sem isso, não chegariam nem perto da audiência que possuem atualmente.

Usando um influenciador digital em sua campanha, você tem a garantia de que a produção dessa personalidade terá alta qualidade e ajudará em seus objetivos. Afinal, foi justamente esse talento que a tornou relevante.

Envolvimento orgânico do público

Toda marca precisa sempre trabalhar com esforços que garantem um crescimento orgânico da sua audiência. Essas pessoas têm mais chances de se engajar com seus serviços e permanecer em contato com eles.

Traga influenciadores digitais para ajudar em sua estratégia a fim de garantir que todo o público que chega até sua marca tem potencial de ficar. Isso não significa que você precise eliminar seus investimentos em mídia paga. Em vez disso, saiba valorizar o orgânico.

Seus concorrentes já estão fazendo isso

Os influenciadores digitais são um grupo em plena expansão, graças a todas as oportunidades que ganham das empresas para se valorizarem. Então, há grandes chances de seus concorrentes já estarem trabalhando dessa forma e ultrapassando você.

Tome uma decisão competitiva que coloque sua empresa em uma disputa produtiva em seu mercado: busque pessoas que gerem identificação no seu público e traga-os para dentro da sua campanha.

Os influenciadores digitais são uma das tendências mais fortes do marketing da atualidade, porque são capazes de trazer resultados de qualidade com rapidez. Associar o nome do seu produto ou serviço a uma personalidade que seja influente junto ao público que você pretende atingir é o caminho para potencializar seus resultados.

Para ter sucesso, o segredo está em escolher o influenciador digital que pode ajudar você nisso. Vamos começar? Entre em contato conosco!

4 tendências de marketing que você deve ficar de olho em 2018

O marketing é um setor bastante dinâmico e que se mantém em constante evolução. A cada ano técnicas são atualizadas, ferramentas são lançadas, plataformas são criadas e metodologias são adaptadas. Para não sair atrás da concorrência, é preciso se manter atualizado com as tendências de marketing.

Em 2018, algumas tecnologias que já vêm sendo utilizadas — como inteligência artificial e realidade virtual — devem ganhar ainda mais espaço e se destacar na comunicação empresarial. Além disso, algumas metodologias devem se consolidar como estratégias bastante relevantes, como os influenciadores digitais.

Vamos apresentar, neste artigo, algumas das tendências de marketing para o próximo ano. Ficou curioso? Então, não deixe de acompanhar os próximos parágrafos!

1. Inteligência artificial

A inteligência artificial (IA) já vem sendo usada para encontrar informações que não conseguiríamos ter por conta própria. Para 2018, a tendência é de que o uso dessa tecnologia seja ampliado, criando, assim, novas possibilidades de uso e o incremento de algumas estratégias importantes para o marketing.

Por exemplo: permitir que chatbots imitem a linguagem natural nas conversas, programar softwares para tomar decisões a partir do big data, otimizar anúncios online e até mesmo reconhecer imagens, dentre outras possibilidades.

2. Realidade virtual

Essa tecnologia vem ganhando espaço em diversos segmentos, e com o marketing não é diferente. A tendência é de que a realidade virtual seja utilizada para auxiliar o cliente na decisão de compra, pois permite melhor visualização de um produto ou serviço, possibilitando uma compreensão maior do que vai comprar.

Com a realidade virtual, é possível, por exemplo, mostrar como determinado cômodo ficará após uma reforma ou, então, auxiliar na formação de profissionais ao permitir que eles estudem em cenários criados virtualmente — um processo que favorece o desenvolvimento de nichos específicos, como o ensino a distância.

3. Influenciadores digital

A internet permitiu que as pessoas expressem opiniões, análises e desenvolvam o seu próprio conteúdo, o que levou ao surgimento de um grupo de internautas que se destacam com esse trabalho online. Os influenciadores digitais já são uma realidade e têm ajudado empresas a desenvolverem a sua marca.

Em 2018, essa estratégia de marketing digital deve se consolidar. No Brasil, já existem diversas agências se especializando no trabalho com influenciadores digitais, o que potencializa o uso dessa ferramenta. Mas é preciso ter cuidado, afinal, audiência não é sinônimo de resultado. É importante observar o público que os influenciadores atingem.

4. Streaming

Essa tecnologia já ganhou o setor de entretenimento — vide Spotify, Deezer, Netflix, dentre outros — e conquistou boa parte do público. Mas o streaming já está presente em outras plataformas e deve ser usado ainda mais nas estratégias de marketing, principalmente o vídeo.

Facebook e Instagram, por exemplo, têm investido para ampliar o poder do vídeo nas redes sociais. Assim, é bastante interessante recorrer a stories, webinars e transmissões ao vivo para humanizar a marca, alcançar as pessoas, gerar leads e fechar novos negócios.

Este artigo sobre as tendências de marketing para 2018 foi útil para você? Então, que tal compartilhar esse material nas suas redes sociais?

Descubra a importância de um site responsivo para sua empresa

A sua empresa ainda não tem um site responsivo? Saiba que isso só vai trazer desvantagens para a sua atuação na internet a curto e longo prazo.

Cerca de 59% dos consumidores brasileiros têm o hábito de fazer compras pela internet usando dispositivos móveis. É possível até fisgar a atenção de alguém que está prestes a comprar de um concorrente, já que 80% usa o celular para buscar informações sobre produtos enquanto estão em uma loja.

Esses dados mostram como os dispositivos móveis são instrumentos decisivos para muitos negócios atualmente. Portanto, se a sua marca não trabalha com um site responsivo, está no caminho contrário dessa tendência e tendo seus resultados prejudicados cada vez mais.

Precisa de mais argumentos? Então veja, a seguir, os principais motivos para ter um site responsivo para a sua empresa:

Aumento no número de visitas

Não faz sentido limitar o número de visitantes que você obtém, certo? Então, você precisa contar o quanto antes com um site responsivo. Afinal, se ele não funciona em alguns tipos de aparelho, é como se você estivesse barrando a entrada de uma série de potenciais visitantes e clientes da sua empresa.

Permita que as pessoas se interessem pelos seus produtos e serviços a partir de qualquer dispositivo.

Vantagem no ranking do Google

Recentemente, o maior buscador do mundo passou a dar prioridade para o site responsivo em seus resultados. Isso acontece porque o objetivo dele é sempre oferecer a melhor experiência aos seus usuários. Portanto, não faz sentido recomendar um site que não funcione corretamente em todos dispositivos. Tendo isso em vista, você pode ganhar um impulso na sua posição no Google ao adotar essa tática.

Conteúdo preparado para o futuro

Um site responsivo não é só capaz de funcionar bem em qualquer aparelho que se conhece hoje em dia. Ele também é bastante preparado para lidar com possíveis novas implementações futuras. Todo o conceito de responsividade gira em torno de adaptar o conteúdo, dependendo das condições de quem acessa, então, mesmo que surjam tipos novos de aparelhos futuramente, o seu site estará pronto para isso.

Gerenciamento facilitado

Quem tem um site para desktop e outro para mobile acaba tendo o dobro de trabalho sempre que precisa lidar com eles. Uma das vantagens de ter um site responsivo é que ele é único, diminuindo a sua carga de envolvimento e sendo mais fácil de gerenciar. Você tem total controle a respeito de tudo o que aparece no seu site quando ele é visualizado em diversos tipos de aparelho diferentes.

Melhor experiência de usuário

Deve sempre ser o seu objetivo proporcionar experiências positivas ao seu público. Senão, ele será facilmente seduzido por concorrentes que proporcionem algo superior. Ter um site responsivo é uma excelente forma de trabalhar isso, já que aumenta a satisfação de quem acessa e facilita o caminho desses visitantes até onde você quer que eles cheguem. Sem isso, é como se você colocasse barreiras nesse meio.

Esses motivos são mais do que suficientes para deixar claro o quanto é importante ter um site responsivo atualmente. A sua empresa precisa desse recurso para atingir mais público e melhorar substancialmente os seus resultados. É um jeito certeiro de atingir mais gente e alinhar-se às tendências da atualidade para potencializar seus resultados cada vez mais.

Gostou do nosso artigo? Então compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais!

 

Glossário de marketing digital

Você certamente já se deparou com algum termo sobre marketing digital que não compreendeu, não é mesmo?

Isso interfere diretamente no entendimento e nas oportunidades para quem trabalha na área. Sendo assim, é essencial conhecê-los para melhorar as suas estratégias e alavancar os resultados.

Nunca mais fique na dúvida ao ouvir falar em termos como “geração de leads” ou “marketing de conteúdo”. Continue a leitura e confira a seguir o Glossário de Marketing Digital!

A

AIDA

Sigla para o processo de conversão constituído pelas seguintes etapas: Atração, Interesse, Desejo e Ação. Esse modelo é bastante usado nas estratégias de marketing digital por acompanhar o comportamento de tomada de decisão das pessoas.

Alt text (texto alternativo)

Mecanismo utilizado para descrever uma imagem na internet. Os buscadores como o Google leem esse texto, tornando-o um fator importante de SEO. Além disso, sempre que uma imagem não é carregada pelo navegador, o alt text aparece.

Analytics

O marketing digital conta com uma série de métricas usadas para medir seus resultados. O analytics é a informação gerada pela análise dessas métricas, seja em sites, blogs, e-mail marketing ou demais plataformas digitais. O Google Analytics é uma das ferramentas de análise mais conhecidas e utilizadas, mas existem outros sistemas que fazem o mesmo trabalho.

Automação de Marketing

Ferramentas para que as ações de marketing digital sejam executadas de forma automatizada, facilitando as tarefas e acelerando os resultados. Esse termo é bastante associado ao e-mail marketing e ao autorresponder, que utilizam o envio automático de uma série de e-mails para criar relacionamento com os prospectos.

Autorresponder

Trata-se de um sistema de envio de mensagens automatizado. Com essa ferramenta, mensagens pré-programadas são enviadas aos leads que se cadastram em sua lista de e-mail ou na sua página do Facebook. Assim, o analista de marketing não precisa encaminhar as mensagens para cada pessoa individualmente.

B

Banner

Modelo de anúncio publicitário bastante comum na internet. São propagandas em imagens veiculadas em sites e blogs. Além de serem alternativas comerciais, os banners também podem ser usados para que o proprietário do site ou blog conduza o visitante para páginas específicas.

C

Calendário editorial

É uma agenda de publicações de conteúdo para sites, blogs e perfis nas mídias sociais. Baseados em tempo, os calendários editoriais podem reunir diversas etapas do marketing digital, como pesquisa, planejamento, criação, redação, publicação, dentre outras ações de comunicação.

Ciclo de vendas

É o processo necessário para a concretização ou conversão de uma venda. É contado a partir do primeiro contato do lead com uma marca ou produto.

Conversão

Esse termo refere-se a quando o cliente realiza a ação que a empresa planeja, como finalizar uma compra, preencher formulários, dentre outras.

CTA (Call-to-Action)

É a chamada para ação, ou seja, os recursos utilizados para que o público realize a ação que a empresa espera. Um CTA pode ser feito por meio de banners, botões e até mesmo textos que redirecionam para a conversão.

E

E-book

De modo geral, trata-se de um livro eletrônico. No marketing digital, o e-book é usado como material educativo com o objetivo de gerar leads, construir relacionamento com os clientes e consumidores em potencial e fortalecer a imagem da empresa.

Engajamento

Termo utilizado para apontar as interações dos usuários com os conteúdos publicados por uma empresa nas mídias sociais, como likes, comentários, marcações, respostas, compartilhamentos, cliques nos links, dentre outros.

F

Formulário de conversão

São os campos de informações — dados pessoais e de contato, como nome, e-mail e telefone — preenchidos pelos visitantes de um site. Em troca, eles recebem algum tipo de conteúdo, como download de materiais ricos (e-books, infográficos e planilhas), cadastro em newsletter ou acesso à alguma oferta especial.

Funil de vendas

Pirâmide invertida que representa os estágios que os clientes em potencial se encontram no processo de vendas de uma empresa.

G

Geração de Lead

Conversão dos visitantes de um site em oportunidades de negócio.

Growth hacking

É um conjunto de estratégias que tem por objetivo promover um crescimento rápido na base de clientes de uma empresa. Para se ter sucesso nesse trabalho, é preciso envolver diferentes setores e canais de comunicação no processo.

I

Inbound Marketing

É considerado o novo marketing, com foco em atrair clientes em potencial, conquistá-los e conduzi-los até o fechamento da venda. O marketing de conteúdo e as demais estratégias para construir relacionamentos são grandes tendências para quem deseja obter os melhores resultados digitais.

L

Landing Page

Representa uma página que serve como porta de entrada de um visitante em um determinado site. No marketing digital, é amplamente utilizada com o propósito direto de conversão de visitantes em leads.

Lead

Usuário considerado um cliente em potencial por deixar os seus dados em uma landing page de conversão, demonstrando interesse no tema, na empresa ou em seus produtos e serviços.

Links Patrocinados

Anúncios pagos para serem exibidos em páginas de buscadores ou filiados com destaque.

M

Marketing de Conteúdo

Estratégia de inbound marketing para atrair o público-alvo por meio de conteúdos relevantes.

Mídia espontânea

Conteúdos que não são criados pela própria empresa. Podem ser elaborados por fãs ou outros usuários que se relacionam com a marca, mas, geralmente, são desenvolvidos por órgãos da imprensa ou midiáticos. As informações são divulgadas nos canais de comunicação sem que haja custo para a empresa (por isso o nome “mídia espontânea”).

N

Nutrição de lead

Processo automatizado de envio de sequências de e-mails, com o objetivo de criar relacionamento com os leads, aproximá-los da empresa e gerar mais oportunidades de negócios.

O

Outbound Marketing

É o marketing tradicional, em que as empresas investem na publicidade para “vender” seus serviços e produtos.

P

Palavra-chave

Palavra ou expressão que se refere a um tema ou assunto específico buscado na internet.

S

SEM (Search Engine Marketing)

Conjunto de estratégias que possui como finalidade promover um site nos buscadores — como Google, Bing, Yahoo!, dentre outros. Reúne tanto os links patrocinados quanto o SEO.

SEO (Search Engine Optimization)

Conjunto de estratégias que visa preparar um website para ser corretamente indexado pelo Google e outros buscadores. O SEO melhora o ranqueamento de um site e contribui para o aumento do tráfego por buscas orgânicas.

Q

Qualificação de Lead

Classificação de quais leads oferecem melhores oportunidades para serem abordados para a venda e quais não têm perfil para se tornarem clientes.

T

Taxa de conversão

Porcentagem dos visitantes que se tornam leads.

W

Webinar

Conteúdo em formato de vídeo disponibilizado ao público com debates, palestras, aulas e outras opções gravadas ou ao vivo.

Viu só como conhecer alguns dos principais significados do marketing digital pode fazer toda a diferença na rotina do seu trabalho e na criação de novas estratégias efetivas?

Cada dia é um momento novo para aprender e saber a melhor forma de alcançar o seu público e atingir as metas da sua empresa. Pensando nisso, não deixe de continuar conferindo no blog da Mobilizze materiais para impulsionar as suas campanhas e trazer o que há de mais novo e eficiente no mercado de marketing digital.

Gostou deste Glossário de Marketing Digital que preparamos? Então siga nossas redes sociais e tenha acesso a outros conteúdos relevantes! Estamos no Facebook, LinkedIn e Twitter.

Como atrair mais clientes com marketing digital?

O marketing digital já é a principal fonte de captação e retenção de consumidores para muitas empresas. Caso não seja a sua ainda, vamos explicar como atrair mais clientes e começar a gerar negócios com essa estratégia.

Utilizando ferramentas simples, você terá acesso a uma legião de pessoas propensas a fechar negócio. Mas, para fazer parte das vitrines virtuais, alguns passos devem ser dados.

No artigo de hoje, explicaremos os princípios de uma estratégia eficaz de marketing digital. Continue a leitura para saber mais!

Qual a importância do marketing digital hoje?

Mais de 90% dos usuários pesquisam na web antes de comprar aqui no Brasil, sendo que 76% delas procuram essas informações em fóruns ou blogs. Não se trata de nenhuma novidade, mas esse número ajuda a explicar a importância de uma boa presença online.

O fato é que os consumidores estão se informando e pesquisando mais sobre produtos e serviços. E se engana quem pensa que as pessoas fazem isso só quando compram algo pela internet.

O Google é um grande aliado na hora de comprar em loja física também. Portanto, mesmo que você não tenha um e-commerce, o marketing digital também funciona para sua empresa.

Benefícios

Talvez o maior benefício do marketing digital seja a possibilidade de mensurar os resultados. Muito diferente do marketing tradicional, em que se atirava no escuro, a nova estratégia permite medir, em detalhes, os resultados de cada campanha. Sabendo aquilo que funciona, a empresa o replica — e o que não deu o resultado esperado é cortado ou modificado.

Outra grande vantagem é a segmentação. Ao promover ações focadas em personas específicas e em estágios da jornada de compra distintos, a assertividade é muito maior. Isso também evita a rejeição por parte da base de contatos em relação ao conteúdo entregue.

Afinal, ninguém gosta de receber informação irrelevante, não é mesmo? Podemos citar, ainda, a atração de potenciais clientes de forma gratuita (busca orgânica, e-mail marketing, redes sociais) e a construção de uma audiência fiel e interessada no que sua empresa tem a dizer.

Como atrair mais clientes com o marketing digital?

Agora que já sabemos quais são os principais benefícios do marketing digital, que tal descobrirmos como atrair clientes com ele? Abaixo, listamos as principais posturas que você deve adotar:

Saiba que o marketing de conteúdo é essencial

Essa é uma das melhores estratégias para expor seu conhecimento sobre o mercado de atuação. Antes de colocar a mão na massa, invista na criação de uma persona para entender o perfil do seu comprador ideal. Além das informações demográficas, é preciso identificar características sobre seu comportamento.

Exemplo disso é a entrevista com alguns clientes. Descubra os maiores objetivos e sonhos dessas pessoas, os desafios enfrentados, os temas de interesse e os canais mais acessados por elas na internet.

Dessa maneira, será mais fácil produzir artigos que chamem a atenção do seu público. Com isso, o seu negócio se torna uma referência no segmento e, quanto mais conteúdo relevante você disponibilizar gratuitamente, mais potenciais clientes vai alcançar.

Tenha um site de qualidade

Não basta produzir um conteúdo de valor se o seu negócio não tiver um local agradável para as pessoas acessarem. Nesse caso, você precisa de um site que represente a sua empresa. Ou seja: essa página é a casa própria da sua marca na internet e deve cumprir a função de atrair, encantar e, principalmente, converter clientes.

Dessa forma, é importante, primeiramente, criar “iscas” para que os potenciais clientes acessem seu domínio. Uma ação que pode aumentar o volume de tráfego é a divulgação do conteúdo produzido por meio das redes sociais e do e-mail marketing.

Outra dica interessante é investir em táticas de SEO para otimizar o seu site e fazer com que ele apareça nas primeiras posições do Google. Assim, cada vez mais pessoas terão acesso a ele.

Invista na geração de leads

Sabemos que ter uma audiência no seu site não é o suficiente para gerar negócios, mas é o começo de tudo. Depois de atrair visitantes, chegou a hora de coletar o contato desses consumidores. A estratégia de disponibilizar um material rico para captar as informações de contato das pessoas é fundamental para atrair mais clientes.

Sendo assim, crie um e-book sobre um tema que a sua persona valorize e insira várias chamadas dentro do site para que ela o baixe. Se você trabalha com softwares e a gestão de estoque é uma das preocupações de sua persona, por exemplo, você pode montar um material com o tema: “controle de estoque: tudo o que você precisa saber para não perder mais dinheiro”.

Ao obter o nome e o e-mail dos potenciais compradores, você pode nutri-los de conteúdo até que estejam prontos para adquirir as soluções oferecidas por sua empresa. Mas lembre-se de que as pessoas passam por diversas fases desde o primeiro contato com a sua marca até se tornarem clientes fiéis.

Portanto, cada conteúdo precisa respeitar essa etapa e conduzir o potencial consumidor para a próxima fase. Na geração de leads, você pode oferecer também templates, infográficos e vídeos.

O segredo é disponibilizar um conteúdo muito valioso para o público, com o objetivo de coletar espontaneamente o contato das pessoas. A partir daí, esse lead será direcionado para a etapa do relacionamento com a sua marca.

Utilize o e-mail marketing de forma estratégica

Outra ferramenta de marketing digital muito eficiente na geração de vendas é o e-mail marketing. Por meio desse recurso, você pode enviar artigos que respondam às principais dúvidas de sua persona. Esse é o momento de criar um vínculo com o consumidor, com o objetivo de ganhar a sua confiança e gerar vendas em longo prazo.

Você também pode utilizar o e-mail para vender soluções complementares às pessoas que compraram um serviço recentemente. Ou, ainda, para divulgar cupons de desconto para os clientes que indicarem amigos.

Com o e-mail marketing, é possível trabalhar a fidelização de clientes e a captação de novos. Portanto, crie a sua campanha, mas lembre-se: a periodicidade de disparo das mensagens não deve ser invasiva. Caso contrário, isso pode gerar uma reputação muito negativa para a sua marca.

Crie pontos de contato com o seu público nas redes sociais

Outra questão que influencia na conquista de novos clientes é a presença nas principais redes sociais que o seu público está. Além de estar mais próximo de potenciais compradores, é possível obter vários insights para aprimorar seus produtos e serviços.

Afinal, os consumidores utilizam essas redes de forma muito espontânea e, com isso, deixam rastros valiosos sobre seus interesses. Procure interagir com as pessoas e nunca permita que um visitante fique sem resposta em sua página.

Faça das redes sociais um canal de atendimento humanizado, pois os consumidores costumam propagar experiências positivas com uma marca em suas redes de contatos. Consequentemente, a visibilidade da empresa aumenta — e as possibilidades de gerar negócios também.

Invista em mídia

Assim como ocorre no meio off-line, o ambiente digital requer investimento em publicidade para potencializar os resultados em curto prazo. Por esse motivo, crie campanhas no Google AdWords para aumentar o tráfego de seu site, divulgar materiais ricos ou estimular a venda de algum serviço.

Já o Facebook Ads permite criar anúncios para que as pessoas de uma determinada lista de contatos sejam convidadas para curtir sua página, por exemplo. Isso aumenta o alcance da marca e gera muito engajamento. E esses são os primeiros passos para as empresas que pretendem conquistar mais clientes.

Monitore constantemente

A mensuração de resultados deve ser frequente, pois as campanhas podem ser alteradas a qualquer momento no universo virtual. Desse modo, você tem a chance de aprimorar alguma estratégia a tempo de otimizar o seu retorno sobre o investimento.

Existem muitas ferramentas gratuitas disponíveis na internet — o Google Analytics é uma delas. Ele é bastante utilizado para analisar tudo o que acontece em seu site: métricas, origem dos visitantes, quantidade de acessos, páginas mais visitadas, tempo de permanência etc.

Se você percebe que a maior parte de suas visitas vem das redes sociais, por exemplo, é possível concentrar sua verba em publicidade nessas plataformas. Já se você observa que o tempo que as pessoas passam dentro do site está caindo, o seu conteúdo precisa ser reformulado para se tornar mais atraente.

O monitoramento de redes sociais também é indispensável — as principais redes disponibilizam estatísticas sobre a faixa etária e o gênero dos seguidores, as publicações com maior índice de engajamento e os dias e horários de maior audiência para postagem. Todos esses dados são preciosos, pois revelam muitos insights para o aprimoramento das campanhas de marketing digital.

Neste artigo, apresentamos as melhores práticas para a conquista de novos clientes no universo online. No entanto, nenhuma dessas ações será bem-sucedida se não fizer parte de um planejamento estratégico digital. Além de nortear todas as atuações necessárias para atingir os objetivos do negócio, planejar facilita a avaliação dos resultados.

Gostou de nosso conteúdo sobre como atrair mais clientes com o marketing digital?

Entre em contato com o nosso time e defina, junto com a gente, a melhor rota para alcançar suas metas e aumentar as vendas!

Como fazer um planejamento estratégico digital para minha empresa?

O planejamento estratégico digital é essencial para as empresas que pretendem desenvolver um processo de comunicação na internet. É por meio dessa metodologia que você conseguirá entender como o seu negócio está posicionado no universo digital e o que é necessário fazer para crescer a sua marca.

Determinar os objetivos corretos, conhecer o seu público-alvo e o cenário em que está inserido, entender o comportamento do mercado e as ações dos seus concorrentes, desenvolver um modo de agir e saber mensurar os resultados de suas ações são tarefas essenciais para que a sua empresa se destaque online.

5 ferramentas práticas para calcular o ROI nas redes sociais

A presença nas redes sociais se tornou essencial para uma empresa conquistar visibilidade no mercado, aumentar o número de clientes e, consequentemente, suas vendas, não é mesmo? Isso quase todo mundo já sabe! Porém, poucos conhecem a importância de se medir resultados. E investir em estratégias de marketing digital sem calcular seu ROI, é “como dar um tiro no escuro”!

Conheça a importância da criação de identidade visual nas empresas

Você já parou para pensar que a criação de identidade visual da sua empresa é a construção da própria identidade da marca? Isso acontece porque existe um conjunto de itens que comunicam uma mensagem. São eles: logo, tipografia, cores padronizadas e outros elementos.

Essa é uma ação que jamais deve ser ignorada. Afinal, como se diferenciar dos concorrentes sem utilizar as ferramentas necessárias para que as pessoas identifiquem o seu produto ou serviço? Impossível, não é mesmo?